Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Engenharia de Produção - Campus Angicos

Docente de Engenharia de Produção defende doutorado pela UFSCar

Capacitação, Corpo docente, Ensino, Meio Ambiente, Pós-graduação, Servidor 12 de agosto de 2020. Visualizações: 35. Última modificação: 12/08/2020 12:28:09

No dia 15 de Maio de 2020, o Professor Thyago de Melo Duarte Borges defendeu a sua pesquisa de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), campus São Carlos/SP. A linha de pesquisa vinculada ao trabalho intitula-se “Planejamento e Controle de Sistemas Produtivos”. Ressalta-se que devido a pandemia de COVID-19, o professor necessitou defender o seu doutorado de forma remota.

A sua pesquisa teve como título: Desenvolvimento de uma escala para medição de práticas de produção mais limpa (P+L). Portanto, o principal objetivo do seu trabalho foi desenvolver uma escala que pudesse mensurar o nível de adoção das práticas de P+L nas empresas, considerando para tanto, oito tipos de práticas, as quais: modificação dos materiais de entrada (matérias-primas e materiais auxiliares), mudança de tecnologias e equipamentos, gestão ambiental interna, conscientização e treinamento de funcionários, cadeia de suprimentos, modificação do produto, modificação de embalagens, gestão de resíduos.

Para a construção da devida escala, o professor necessitou seguir alguns passos específicos, etapas estas delimitadas pela literatura da área, o que incluiu o desenvolvimento de uma revisão sistemática da literatura, entrevistas com especialistas e a realização de duas surveys.

O professor relatou que a partir da utilização de um processo rigoroso foi possível construir um instrumento bastante relevante em termos teóricos e práticos. A principal relevância teórica consiste no desenvolvimento de uma escala multidimensional que mensura a adoção das práticas de P+L nas empresas, suprindo assim um gap da literatura.

O professor complementa argumentando que, em termos práticos, a utilização da escala pelas empresas servirá como um instrumento de diagnóstico o qual apontará quais são os tipos de práticas de P+L mais adotadas e as menos adotadas. A partir desse diagnóstico, as empresas poderão estabelecer estratégias que visam implantar as práticas menos adotadas.

O professor ainda comenta a importância da implantação das práticas de P+L pelas empresas, pois com isso, essas organizações poderão se beneficiar com a redução dos resíduos, emissões e efluentes gerados pelo seu processo produtivo, redução dos custos relacionados aos passivos ambientais, melhoria na eficiência da produção e melhoria da sua imagem perante seus clientes e sociedade.