Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Engenharia de Produção - Campus Angicos

3 dicas para você manter seu negócio neste período de Pandemia.

Dica 01 – Cursos gratuitos para você fazer na quarentena. O Sebrae é certamente uma das instituições de referência para os empreendedores. E, pensando nesse público, o Sebrae disponibiliza cursos gratuitos e alguns que abordagens e dicas de como manter o negócio saudável mesmo na crise do COVID-19. Um dos cursos ofertados é “Como vender pela internet na crise do coronavírus” <encurtador.com.br/kpry7>. “No curso você vai entender como a internet é fundamental, principalmente neste momento de crise, para o avanço e o sucesso da sua empresa”.

Dica 02 – Também vem do SEBRAE que, diante da crise provocada pelo COVID-19, “vai destinar 50% da sua arrecadação (no mínimo), para ampliar o crédito aos pequenos negócios. Os recursos vão fortalecer o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe) e permitir um aumento nas operações de microcrédito com taxas mais baixas, maior prazo e melhor período de carência”. Mais informações em encurtador.com.br/loxPW

Dica 03 – Ações que podem minimizar o impacto da COVID-19. O Sebrae tem realizado um acompanhamento sistemático dos impactos da pandemia nos pequenos negócios. Além disso, o Sebrae também apresenta ações que podem minimizar o impacto da COVID-19 para diversos segmentos de negócios, como moda, serviços de alimentação, beleza, logística, varejo, oficinas, artesanato, dentre outras. Acesse o documento e conheça as ações. Disponível em encurtador.com.br/bHLW4

#quarentenacomprodução #moda #alimentação #cursos #crédito #dicas

@sebrae


Como a @cacaushow está lidando com o contexto atual?

Talvez você não saiba, mas aquele lindo ovo de páscoa que você se deliciou na semana santa, começou a ser produzido em setembro do ano anterior. Isso mesmo. Nós começamos a pensar em páscoa após o carnaval, quando vemos os ovos nas prateleiras dos supermercados. Mas, o planejamento foi iniciado no ano anterior.

Neste ano, houve um fato diferente. Dia 26 de fevereiro de 2020 foi confirmado o primeiro caso de COVID19, exatamente na quarta-feira de Cinzas. Como lidar com essa situação inesperada, se toda a produção já estava praticamente pronta? A Cacau Show, maior rede de franquias do gênero no Brasil, com mais de 2.300 unidades, resolveu enxergar no problema a oportunidade de trabalhar a empatia.

São 15 milhões de unidades produzidas em 2020 pela Cacau Show, 10% mais do que no ano passado. A data representa 🟡25% do faturamento da empresa🟡, que foi de 🟡 3,5 bilhão de reais 🟡 em 2019.  Veja algumas de suas iniciativas para contornar a pandemia causada pelo COVID-19:

🟤 Como a empresa está funcionando hoje?

    • A fábrica da companhia está fechada e os funcionários do setor de produção estão em férias coletivas.
    • Na parte administrativa, 80% estão trabalhando de casa ou de férias, e 20% continuam indo ao escritório, em especial aqueles que atuam no suporte a franqueados e no atendimento ao cliente do e-commerce.

🟤 Quais foram as principais iniciativas sociais?

    • O fundador da marca, Alê Costa, montou um grupo de WhatsApp com mais de 200 amigos empresários e anunciou um leilão de ovos de páscoa de 7kg, 70kg e 700kg: Arrecadou mais de 700 mil reais nas primeiras 7 horas. O valor foi doado ao Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graacc).
    • Campanha Páscoa do Bem doou 1 milhão de ovos de Páscoa para ONGs, empresas de serviços essenciais, comunidades vulneráveis e hospitais. O valor estimado dos produtos envolvidos nessa ação é de R$ 30 milhões.
    • Junto com seus franqueados em todo o Brasil, já doou cerca de R$ 1,4 milhão em chocolates de todas as linhas da marca para as instituições de saúde.
    • Doação de R$ 1 milhão para o Estado de São Paulo para a compra de respiradores.

🟤 Como a empresa entregou valor?

    • Nas lojas que permanecem fechadas, a empresa montou um modelo de drive-thru. Nessa modalidade, o cliente compra o produto pelo site e busca em uma unidade, onde um funcionário leva o produto até o carro.
    • A empresa também reforçou sua operação de e-commerce. As vendas no site, que antes da crise representavam 3% das vendas totais da empresa, hoje chegam a 25% dependendo do dia.
    • No começo de Abril, a marca também passou a oferecer ovos em mais de 260 lojas do Pão de Açúcar e do Extra nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. E no Rio Grande do Norte, com exclusividade, por meio da rede de supermercados Nordestão. É a primeira vez que a fabricante de chocolates faz parceria com redes varejistas para comercialização de sua linha de Páscoa.
    • E para completar alguns franqueados aderiram à promoção pague 1, leve 2, ou na compra de 2 ovos, o segundo saindo com 30% de desconto,  como iniciativas mais agressivas para estimular as vendas.

⚠️ O momento atual exige pensar fora da caixa. Como o seu negócio está fazendo?

#covid19 #empreendedorismo #ep #engpro

Fontes: https://revistapegn.globo.com/Impacto-social/noticia/2020/04/no-whatsapp-dono-da-cacau-show-leiloa-mais-de-uma-tonelada-de-chocolate-e-arrecada-r-700-mil.html

https://exame.abril.com.br/negocios/cacau-show-conversa-com-estados-para-abrir-lojas-antes-da-pascoa/

Instagram do @supernordestao


Oportunidade com o uso de máscaras protetoras

O uso de máscaras protetoras tem sido recomendada por entidades diversas, incluindo o Ministério da Saúde e OMS, com o intuito de diminuir a contaminação do Sars-Cov-2. Assim, empresas têm buscado se adaptar nesta nova oportunidade de negócio, com a comercialização de máscaras protetoras.

Hoje veremos dois exemplos, de empreendedores que tem lucrado muito com o momento e com grandes chances de expandir a produção, visto que Leis Municipais tem exigido o uso de máscaras em ambientes públicos. O conteúdo pode ser também visto em: https://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grandes-negocios/noticia/2020/04/19/empresarios-mudam-producao-para-fazer-mascaras-protetoras.ghtml

Paula Cristina Fernandes fazia até antes da pandemia, bonecas de pano de enxovais de bebê. Observando a repentina demanda por um produto que rapidamente se tornou escasso, ela usou o tecido estocado para fazer as máscaras de proteção:  “Eu venderia mais se conseguisse produzir mais. Hoje, se entrar pedido demoro três dias pra entregar”.

Com uma produção diária de 250 peças, cada unidade é embalada e segue com o manual contendo informações de uso e higienização. O preço de uma máscara varia de R$ 8 a R$ 13, dependendo da quantidade encomendada.

O segundo caso é de Robson Sanchez. Com uma estamparia que capacita pessoas que saíram do sistema prisional. O empreendimento direcionou sua produção para máscaras, após um lote de camisas não ter sido entregue ao cliente, criando a oportunidade para a produção de máscaras.

MANIA DE ARTES

Email: paulacrismarins@gmail.com

Telefone (WhatsApp): 11 95206-0593

Fanpage: Paula Marins

Instagram: @marinspaula

ESTAMPARIA SOCIAL

Telefone: (11) 3459-9637

https://estampariasocial.com/

Email: contato@estampariasocial.com


Ações das Americanas em tempos de pandemia
As Lojas Americanas vem se destacando quanto às ações desempenhadas nesse momento de pandemia.
Por isso, resolvi complementar a abordagem feita pela professora Natália no dia 22 de Abril (Confiram nos destaques) que também explicou sobre o APOIO AO COMÉRCIO LOCAL. Venho aqui destacar alguns pontos quanto ao:
� COMPROMISSO DA EMPRESA
� CONTRIBUIÇÕES
� ENTREGA SEGURA
� CONSULTA ONLINE
� DOE VOCÊ TAMBÉM

COMPROMISSO DA EMPRESA
– Criação de comitê para acompanhamento da evolução do coronavírus no país e no mundo;
– Ações preventivas e corretivas orientadas pela OMS para garantir um ambiente saudável para os colaboradores;
– Reforço da limpeza nas lojas, escritórios e centros de distribuição;
– Amplo acesso a informações seguras sobre o assunto para todo o time, com cartilhas e vídeos sobre formas de contágio e recomendações para a prevenção.
– Reforço dos estoques para garantir oferta e preço justo (preços abusivos devem ser denunciados na página do produto);
CONTRIBUIÇÕES
– Investimento de R$ 45 milhões de reais em conjunto com outras empresas para a construção de um hospital de campanha que vai atender pacientes do SUS no Rio de Janeiro;
– Doação de R$ 20 milhões em serviços logísticos para o Governo de São Paulo e que irão ajudar a fazer os equipamentos e produtos chegarem aos seus destinos;
– Investimento de R$5,7 milhões em transporte de EPI’s (equipamentos de proteção individuais) para o Governo Federal em 2 voos vindos da China;
– Compra de 80 respiradores que serão doados a hospitais públicos;
– Envio de 200 termômetros digitais infra-vermelhos para o governo do Estado do Espírito Santo;

– Doação de 800 fraldas geriátricas para o retiro dos artistas;
– Doação de 1000 fraldas infantis para a Unicef São Paulo;
– Envio de mais de 1 milhão de águas, cestas básicas e itens de primeira necessidade para diversas comunidades no país.
ENTREGA SEGURA
– Cartilha explicativa para times de loja, centros de distribuição e entregadores sobre o que é o coronavírus e instruções de prevenção;
– Orientação sobre a limpeza das mãos com álcool gel antes de cada entrega;
– Distribuição de álcool em gel para todos os motoristas e entregadores;
– Reuniões diárias nos centros de distribuição sobre prevenção, com a criação da brigada antivírus para conferir a limpeza dos espaços e reforçar as instruções de higiene.
– Contratação de mais pessoas para a limpeza;
– Substituição de produtos de limpeza comum por produtos de limpeza hospitalar;
– Limitação do número de pessoas nos refeitórios e áreas de descanso;
– Melhor circulação de ar com portas e janelas abertas;
– Medição diária de temperatura nos colaboradores;
CONSULTA ONLINE
– VidaClass: Canal para receber orientações através do seu computador, tablet ou celular;
– Realizar um atendimento prévio online e o direcionamento de um profissional de saúde.

DOE TAMBÉM
– Criação de postos de coleta de doações em 174 Municípios do estado de São Paulo;
– Que representam 445 lojas prontas para receber produtos de limpeza, higiene e alimentos de forma segura.
– Por meio da AME você possa doar qualquer valor para diversas ONGs. Escolha sua causa favorita e ainda receba 50% do valor doado de volta pra sua carteira digital. O limite de cashback é de R$15.
⚠️ O momento atual exige AÇÃO. Como o seu negócio está fazendo?
#covid19 #empreendedorismo #ep #engpro
Fontes: https://www.americanas.com.br/hotsite/prevencao?chave=prf_hm_0_hr_1_00&amp;pfmPage=ho
me&amp;pfmPos=maintop1&amp;pfm_carac=Nome%20da%20area&amp;pfm_index=0&amp;pfm_type=vit_spaey


A dica de negócio de hoje será por dois grandes empreendedores, Barbara Corcoran e Steve Blank

⚠️ Barbara Corcoran, referência do setor imobiliário e estrela do programa Shark Tank nos Estados Unidos, as dicas são:

🔹  Aproveite o silêncio: A empreendedora afirma que, em crises passadas, pessoas inteligentes fizeram bom proveito dos momentos de silêncio. Ela explica que esta é uma forma de respiro para criar novos planos para o próximo ano. É melhor se preparar para recessão econômica do que simplesmente esperar que o cenário melhore.

🔹 Comece a negociar acordos futuros: Barbara acredita que a crise chegará ao fim e que negócios com experiência irão sobreviver. Por isso, ela aconselha que acordos sejam negociados abaixo da média de costume. Dessa forma, será mais fácil voltar à ativa assim que a situação se normalizar.

🔹  Monte um esquema para manter seus clientes atuais: É como diz o ditado: é melhor prevenir do que remediar. Procure conhecer seus clientes: essa é uma das dicas da empreendedora. Não só isso, mas certifique-se de que eles conheçam suas novas ofertas e estratégias de negócio.

⚠️ Steve Blank para seu negócio sobreviver à pandemia, o professor e empreendedor do Vale do Silício dá dicas de como preparar uma startup ou pequena empresa para a enfrentar a crise, vamos as dicas:

🔹 Quais são meus gastos? O empreendedor recomenda que primeiramente seja feito um balanço dos gastos mensais da empresa. Coloque na ponta do lápis os gastos fixos, como aluguel, e os variáveis, como salários e comissões. Ao final, se sua receita for positiva, significa que você gasta menos do que recebe. Já se o seu saldo for negativo, isso quer dizer que você está tendo prejuízo.

🔹Como está meu modelo de negócio? Steve Blank alerta: se os seus planos estiverem iguais aos de um mês atrás, você provavelmente está em negação. Ele sugere que alguns pontos sobre a empresa sejam questionados: caso atue com modelo B2B, as vendas dos seus clientes caíram? Seus clientes irão fechar em breve e/ou demitir funcionários? Caso as respostas sejam sim, suas projeções de receita devem ser revistas.

🔹Qual a duração do problema? A crise irá perdurar por mais três meses, um ou três anos? Projetar a duração do prejuízo é uma forma de se preparar para enfrentá-lo melhor.

🔹 O que meus investidores farão? Startups e pequenas empresas devem reconhecer que seus investidores também estão inseridos no cenário da pandemia e encarando dificuldades. Investidores de capital de risco estão lutando com a questão “O que devemos salvar?”.

Fontes:

https://revistapegn.globo.com/Administracao-de-empresas/noticia/2020/03/coronavirus-3-dicas-para-lidar-com-crise-nos-negocios.html

https://revistapegn.globo.com/Administracao-de-empresas/noticia/2020/03/coronavirus-o-guia-de-steve-blank-para-seu-negocio-sobreviver-pandemia.html


2 de maio de 2020. Visualizações: 148. Última modificação: 22/05/2020 11:17:55