Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Engenharia de Produção - Campus Angicos

Grupos de Pesquisa

PRODE – Grupo de Estudos e Pesquisas em Análise Quatitativa para o Processo Decisório
O PRODE é um grupo formado por professores, alunos e parceiros que planeja, elabora, executa pesquisas no âmbito de estudos quantitativos na área de Engenharia de Produção.
Linhas de Pesquisa
•Educação em Engenharia
•Geotecnologia
•Métodos Multicritério de Apoio à Decisão
•Métodos Quantitativos em economia
•Programação Matemática
•Simulação

 

Pesquisadores
  • Ciro José Jardim de Figueiredo
  • Maria Creuza Borges de Araújo
  • Natália Veloso Caldas de Vasconcelos
  • Pablo Luiz Braga Soares
  • Priscila da Cunha Jácome Vidal
  • Thiago Costa Carvalho
  • Tiago Almeida Saraiva
REVA – Grupo de Estudos e Pesquisas em Gestão e Melhoria de Redes de Valor

O REVA é um grupo formado por professores e alunos que realiza pesquisas nas áreas de desenvolvimento de produtos, planejamento e controle da produção, produção enxuta, práticas de sustentabilidade na cadeia de suprimentos, logística, gestão de TI e jogos empresariais para engenharia de produção.

 

Linhas de Pesquisa
•Desenvolvimento de produtos
•Gestão da Tecnologia da Informação
•Gestão Logística e de Cadeias de Suprimentos
•Jogos empresariais
•Planejamento e Controle da Produção
•Produção Enxuta
•Práticas de sustentabilidade na Cadeia de Suprimentos

 

Pesquisadores
  • Bruna Carvalho da Silva
  • Marianna Cruz Campos Pontarolo
  • Samira Yusef Araújo de Falani
  • Thyago de Melo Duarte Borges

 

eqos

Grupo de Estudo e Pesquisa em Estratégia e Qualidade em Operações de Bens e Serviços (GP EQOS) foi criado com objetivo de apoiar atividades de ensino, pesquisa, extensão e práticas de gestão nas áreas de estratégia (organizacional e de produção), qualidade (gestão e engenharia) em operação de bens e serviços.

A atuação do GP EQOS está centrada em duas áreas da engenharia de produção: Engenharia da Qualidade e Organizacional. Devido a possibilidade de aplicação de técnicas relacionadas à tais áreas, contempla ainda a área de Engenharia de Operações e Processos da Produção.

Link para site do grupo: eqos.ufersa.edu.br

Pesquisadores

Prof. Lucas Ambrósio Bezerra de Oliveira, Doutor

Profa. Luciana Torres Correia de Mello, Doutora

 

 

Projetos de Pesquisa

PROJETO EM ANDAMENTO/2020 – Ensino presencial e remoto: análise das modalidades de ensino no contexto da engenharia de produção

O presente projeto de pesquisa tem o objetivo de analisar e comparar as práticas de ensino nas modalidades presencial e remota. Inicialmente, as disciplinas ministradas no contexto do semestre suplementar excepcional (2020.3) da UFERSA serão analisadas sob o prisma de três dimensões e, posteriormente, o semestre regular remoto (2020.1) será analisado também.


PROJETO EM ANDAMENTO/2020 – Decisão espacial para ações de controle e prevenção do Covid-19 

O cenário de pandemia provocado pelo novo coronavírus – Sars-Cov-2, descoberto em dezembro de 2019, tem colocado em risco a população mundial. Atualmente, o número de casos vem aumentando cada vez mais e no Brasil os casos crescentes e diários conduzem ao país ao novo epicentro mundial. Neste sentido, diversas ações integradas têm sido tomadas para apoiar a diminuição da doença. Portanto, as ações de cunho espacial são relevantes, permitindo a visualização dos casos em uma da região e compreensão de como as ocorrências podem estar associadas com outros fatores. Além disso, os modelos de decisão espacial são eficientes no sentido de classificar regiões quanto a sua vulnerabilidade e propor ações que possam guiar políticas de controle e prevenção da doença. Neste sentido, este projeto se propõe na concepção e uso de modelos de decisão espacial para identificar regiões vulneráveis a doença, permitindo implantar ações estratégicas de combate e prevenção de novos casos.


PROJETO EM ANDAMENTO/2019 – As Capacidades Dinâmicas e Operacionais no ambiente universitário

As novas exigências no mercado de trabalho demandam habilidades e competências além dos conhecimentos técnicos abordados em sala de aula. Nos dias de hoje, não basta que os alunos formados, profissionais recém ingressantes no mercado, tenham apenas habilidades técnicas. Para o profissional da engenharia, além de habilidades técnicas, também são importantes habilidades que acompanhem às necessidades do mercado. Nesse contexto, este estudo objetiva elencar e discorrer sobre algumas capacidades (dinâmicas e operacionais) necessárias ao ambiente universitário na formação do engenheiro. Para isso, foi realizada uma revisão de literatura sobre o tema Teoria das Capacidades Dinâmicas e também das competências e habilidades esperados no profissional de engenharia, com base nas novas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia (DCNs de Engenharia) e na Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO). Após a revisão de literatura buscou-se elencar as capacidades, por meio de um comparativo entre as listadas em trabalhos acadêmicos e também nas habilidades necessárias ao engenheiro. Com essas capacidades elencadas será realizada uma pesquisa, por meio de estudo de caso e survey, tanto com alunos quanto com professores para confirmar (ou não) tais capacidades e, possivelmente, encontrar novas


PROJETO EM ANDAMENTO/2019 – Avaliação da performance e atratividade de bens e serviços: aplicação do Modelo Kano

Sem resumo


PROJETO EM ANDAMENTO/2019 – Modelos de decisão espacial para planejamento urbano e rural no semiárido Potiguar

A ocupação do solo através de edificações urbanas é movida pela necessidade humana de ocupar espaço. Essa ocupação territorial urbana, implica na expansão imobiliária, e uma vez que nem sempre ocorre o controle público, uma série de consequências negativas podem surgir e estão basicamente atreladas a ineficiência na infraestrutura urbana adequada (Malmir et al. 2016; Plata-Rocha et al. 2011). No Brasil, a expansão urbana é vivenciada nas capitais, porém também é pode ser observada nas cidades do interior do país. Para as cidades que estão afastadas das zonas metropolitanas, nem sempre há um planejamento estruturado para atender o processo de expansão urbana. Um dos fatores associados a falta de planejamento é a ausência previsões de quando isso irá ocorrer e que taxa irá ocorrer.

Portanto, o objetivo deste projeto é identificar ações de decisão baseada em modelos espaciais que possam auxiliar na construção de políticas de planejamento urbano e rural na região do semiárido Potiguar. Estes modelos permitem a participação de um ou mais agentes de decisão que possam expressar opiniões sobre as preferências e assim manter um modelo compatível com a realidade local.


PROJETO EM ANDAMENTO/2019 – Indústria 4.0 na servitização: drivers, enablers and obstacles

Sem resumo.


PROJETO EM ANDAMENTO/2019 – Avaliação da qualidade em serviços em restaurante universitário 

Na área de prestação de serviços uma das atividades mais importantes é a avaliação da qualidade percebida por parte dos clientes. Essa avaliação permite o monitoramento da percepção do consumidor e a melhoria de pontos críticos do serviço prestado. Assim, esse projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar a qualidade dos serviços prestados pelo restaurante universitário do Campus Angicos. Como resultado, espera-se obter avaliação e pontos de melhoria na prestação dos serviços.


PROJETO FINALIZADO/2018 – A Dinâmica da Distribuição de Renda e sua Relação com a Macroeconomia no Brasil: 1980 – 2015

O projeto consiste em uma pesquisa exploratória que busca identificar a relação entre desigualdade econômica e variáveis macroeconômicas. Para tanto, aplico o Modelo Bayesiano de Fator Dinâmico descrito em Otrok e Whiteman (1998) e Kose, Otrok e Whiteman (2003) a vários índices de desigualdade no período 1976-2014. Com o objetivo de identificar as forças condutoras da dinâmica da desigualdade de renda entre os estados brasileiros, em nível Nacional e estadual, além do termo idiossincrático. O Modelo de Fatores Dinâmicos é utilizado para a construção de um “índice” que espera-se ser menos sensível às políticas públicas de transferência de renda, que por definição, são focadas em um público de baixa renda e por consequência, são mais importantes em explicar a dinâmica da desigualdade de renda em Estados mais pobres. Dessa forma, o Fator Comum (ou Nacional) é mais propenso a captar a dinâmica das variáveis macroeconômicas. Após identificador o Fator Comum, será aplicado modelos do tipo VAR/VEC (Vetor Auto Regressivo/Vetor de Correção de Erro) com o objetivo de identificar como o Fator Comum responde a impulsos nas variáveis macroeconômicas.


PROJETO FINALIZADO/2018 – Modelos de decisão espacial multicritério para correto uso do solo

O presente projeto trata do desenvolvimento de modelos espaciais para tomada de decisão no que diz respeito a adequabilidade do solo. O objetivo
de preferência para identificar as áreas mais adequadas quanto ao seu uso. Neste sentido, serão obtidos dados relativos as informações topográfico solo, uso da terra, áreas de preservação ambiental, zonas urbanas e rurais. Com estes dados, modelos de preferências serão construídos para auxiliar
decisório, quanto ao uso do correto do solo. Além disso, a estrutura de preferências de pessoas com conhecimento adequado para o problema pod os resultados mais representativos. Os resultados permitirão identificar quais regiões possuem adequabilidade para investimentos em agricultura,
ambiental.


PROJETO FINALIZADO/2018 – Modelo de decisão para apoio de decisões no ensino superior

Diariamente, existem decisões a serem tomadas em organizações do ensino superior, sejam os projetos que serão selecionados, a divisão dos recursos, as classificações dos cursos entre outras, sendo assim, surge a necessidade de modelos de apoio a decisão para auxiliar nessas escolhas. Dessa forma, o
trabalho propõe a utilização de modelos multicritérios para auxilio de decisões nos cursos de graduação. A pesquisa será desenvolvida através de estudos de casos em universidades. Como resultado espera-se que esses modelos possam auxiliar as tomadas de decisões nessas organizações.

10 de maio de 2018. Visualizações: 688. Última modificação: 03/09/2020 09:39:10